12: Fausto Pinto e a Tecnologia na Medicina

Neste episódio com Fausto Pinto, abordámos os temas da educação e de como a futura classe médica está a ser preparada; falámos do impacto da tecnologia sobretudo na especialidade de cardiologia; e de um projecto ambicioso como é o Edifício Reynaldo dos Santos.

OUVIR AQUI

Fausto Pinto é licenciado em Medicina pela FMUL em 1984, doutorado em 1993. Especialidade de Cardiologia (Hospital de Santa Maria e Stanford University Medical Center, USA).
Ocupa os seguintes cargos: Diretor da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (FMUL) desde 2015; Diretor do Departamento de Coração e Vasos do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN); Professor Catedrático de Medicina/Cardiologia da FMUL; Presidente da World Heart Federation (WHF) (2021-2022); Past-Presidente da European Society of Cardiology (ESC) (2014-2016); Presidente do Conselho de Escolas Médicas Portuguesas (CEMP) (2019-2020); Presidente do Centro Cardiovascular da Universidade de Lisboa (CCUL); Fellow e Medalha de Ouro da ESC (FESC), American College of Cardiology (FACC), American Society of Echocardiography (FASE), Society of Cardiovascular Angiography and Intervention (FSCAI), American Society of Angiology (FASA), membro titular da Academia Portuguesa de Medicina (cadeira XXXV), membro honorário da Academia Nacional de Medicina do Brasil, Czech Cardiology Society, Colombian Society of Cardiology, Hungarian Society of Cardiology, Japanese Circulation Society, Societé Française de Cardiologie, Societá Italiana di Ecografia Cardiovasculare, Peruvian Society of Cardiology, Romanian Society of Cardiology, Romanian Academy of Medical Sciences, Russian Society of Cardiology, Slovakian Society of Cardiology, Sociedade Brasileira de Cardiologia.
Recebeu várias distinções de várias instituições científicas no Brasil, Bulgaria, Cazaquistão, China, Cuba, Eslováquia, Espanha, Hong Kong, Hungria, India, Itália, Japão, Macau, Portugal, Roménia, Sérvia, Russia, Ucrania, USA.
Áreas profissionais de interesse: Imagiologia cardiovascular, em particular ultrassonografia, tendo sido pioneiro no uso da ultrassonografia intravascular no estudo do coração transplantado (sua tese de doutoramento); Cardiopatia isquémica; Cardiologia de Intervenção; Insuficiência Cardíaca; Anticoagulação
Publicou mais de 400 artigos científicos e participou em mais de 1500 conferências nacionais e, sobretudo, internacionais.

Outras referências feitas no episódio:

Contactos:

Comentários recentes