Lição de Jubilação do Professor Doutor António Gonçalves Ferreira

Decorreu, hoje, na Aula Magna da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (FMUL), a lição de jubilação do Professor António Gonçalves Ferreira, subordinada ao tema: “Cérebro e Vício, da Neuroanatomia Clínica à Neurocirurgia Funcional”.

O Professor confessou, antes do início da cerimónia, que estava um pouco nervoso, mas este nervosismo não foi motivo para esconder a boa disposição que lhe é natural. Ficou à porta do auditório a cumprimentar todas as pessoas que chegavam para assistir à sua última aula. Aula que começou por definir no início do seu discurso como uma “aula de celebração, de júbilo e de alegria”.

Dividiu a sua aula em três partes: na primeira parte falou da sua vida pessoal, mostrando imagens da sua infância até à sua vida atual, mencionando a sua família com especial carinho e um pouco emocionado, a mulher, os filhos, os netos e, sem esquecer, os seus dois cães. Na segunda parte, abordou a sua carreia profissional. Licenciou-se nesta Escola e aqui tem assumido o papel de Professor Catedrático de Neurocirurgia e Neuroanatomia, Neurocirurgião e Diretor da Clínica Universitária de Anatomia. Na terceira parte, foi momento de dar uma verdadeira aula, com especial foco no cérebro e como olhar para os vícios. Área que lhe permitiu executar tantas cirurgias pioneiras como a Estereotáxica, Epilepsia Refratária, ou Neurocirurgia Funcional.

Fausto Pinto, Diretor da FMUL, abriu a sessão dirigindo as suas palavras para o Professor António Gonçalves Ferreira e afirmou que “este é o momento da nossa Faculdade enaltecer as qualidades de um dos nossos mestres”. “Iremos continuar a contar com o seu saber e a sua enorme dedicação”, mencionou.

A cerimónia contou ainda com a presença de Cecília Rodrigues, Vice-Reitora da Universidade de Lisboa, Daniel Ferro, Presidente do Conselho Administrativo do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN) e o Duarte Graça, Presidente da AEFML.

No final, foi entregue ao Professor António Gonçalves Ferreira o medalhão jubilar.

Comentários recentes